PASSOS PARA UMA CIRURGIA PLÁSTICA SEGURA
  • Escolha do profissional
    Procure saber se o cirurgião plástico escolhido é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e licenciado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). Antes de agendar sua consulta tenha um prévio conhecimento se o profissional cumpre com o código de ética médico, esta em constante aprimoramento técnico e preza pela qualidade, excelência e inovação nos serviços e produtos prestados.
  • Período pré-operatório
    O período pré-operatório é primordial, pois é, neste momento, que o paciente e o médico se conhecem, as dúvidas do paciente são esclarecidas, as informações pertinentes ao procedimento são repassadas. É também, neste momento, que serão solicitados os exames médicos pré-operatórios. Compartilhe seu histórico médico com o cirurgião. Desconfie de promessas milagrosas e ofertas baratas.
  • Organização e planejamento
    Organize-se no trabalho e em casa antes de agendar a cirurgia. É essencial você reservar um tempo para cuidar de si e seguir à risca o protocolo do pós-operatório. Este momento é fundamental para a sua saúde e recuperação.
  • Orientações importantes antes da cirurgia
    Depois de discutidos todos os detalhes é realizado o agendamento da data da cirurgia plástica. Não se esqueça do velho ditado “’às vezes o barato sai caro”. Por isso, conhecer bem o seu médico é primordial para alcançar o resultado desejado. Invista em qualidade, segurança e excelência, afinal você estará fazendo um investimento que vai mudar a sua vida positiva ou negativamente. Fique atento à estas questões e invista sempre no que há de melhor para você.¬
  • Pós-operatório e recuperação
    O cirurgião plástico empenha-se no planejamento e execução para o alcance dos melhores resultados possíveis, mas depois cabe a você manter o que foi conquistado, seguindo à risca as recomendações abaixo:
    • Siga todas as orientações que o coordenador de pacientes e o médico irão lhe passar.
    • Respeite o receituário do seu médico, bem como os horários das medicações.
    • Compareça sempre as suas revisões com a equipe.
    • Siga criteriosamente o seu plano de cuidados.
    • Mantenha contato direto com a sua coordenadora de pacientes.